quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Há o desinteresse e há a incapacidade


Marítimo. Outra vez Marítimo. Famalicão. Feirense. Belenenses. Novamente Feirense. Moreirense. Leixões.

Imaginemos, por breves instantes, que isto era uma sequência de oito jornadas da I Liga. Oito jogos, 24 pontos em disputa. E que desses 24 pontos, o FC Porto ganhava apenas três.

Três pontos em oito jornadas. Coisa para um adeus ao título muito precoce, o último lugar no Campeonato, uma demissão mais do que certa da equipa técnica, atestados de insuficiência ao plantel e uma contestação fortíssima por parte da massa adepta. São três pontos em oito jogos.

Felizmente, isto não aconteceu no Campeonato, mas é o saldo do FC Porto nos seus últimos oito jogos na Taça da Liga. Uma Taça que é literalmente feita para os três grandes passarem às meias-finais e na qual o FC Porto não foi capaz de vencer nenhum jogo desde janeiro de 2015, nem a defrontar várias equipas da Segunda Liga pelo meio. Nem na Liga dos Campeões o FC Porto consegue estar tanto tempo sem ganhar um jogo.

Renovando a apreciação feita na época passada, e que recordamos abaixo, isto já não é desinteresse relativamente à Taça da Liga: é uma extrema incapacidade nesta prova. Recordando e renovando a análise da época passada: 

«Este é o 10º ano [agora 11º] de Taça da Liga. Já foi uma competição desvalorizada pelo FC Porto (na verdade começou a sê-lo devido aos maus resultados), mas nos últimos anos tem sido sempre comentada como sendo um objetivo para o clube (não obviamente uma prioridade, mas uma competição para vencer). E a verdade é esta: o FC Porto nunca ganhou a Taça da Liga porque nunca foi suficientemente competente para o fazer. E era o troféu que mais hipóteses o FC Porto tinha de conquistar esta época, na medida em que a competição é curta e o formato altamente favorável para os grandes clubes.  
Ao longo destes 10 anos, o FC Porto ganhou menos de metade dos jogos que disputou na Taça da Liga. Tem uma média de golos marcados de 1,35/jogo (muito pobre, tendo em conta que joga contra adversários teoricamente inferiores), um golo sofrido por jogo, e nos últimos 7 jogos de Taça da Liga o FC Porto não ganhou nenhum e perdeu 5. Isto poderia ser relativizado se o FC Porto assumisse que a Taça da Liga serviria para colocar em cena as segundas linhas e a equipa B. Mas não, foi assumido que era para ganhar. E o desempenho nesta competição não está à altura dos pergaminhos do FC Porto.»

Já ouvimos Pinto da Costa afirmar que o Benfica podia ganhar todas as Taças da Liga, que o presidente do FC Porto não se importaria com tal. Mas desde então, desde NES a Sérgio Conceição, desde Fernando Gomes a Reinaldo Teles, várias figuras do FC Porto passaram a afirmar que a Taça da Liga, não sendo jamais uma prioridade, era/é uma competição para ganhar. 

Essa mensagem não chega ao plantel, não chega aos jogadores. Sim, na Taça da Liga jogam os menos utilizados. Mas não é desculpa, pois se não conseguem ser sérios, competitivos e competentes numa competição feita para que o FC Porto vá às meias-finais, então como poderemos contar nós com eles para o ataque ao título e para a Champions?

É tempo de uma reflexão e de definir/decidir o que anda o FC Porto a fazer na Taça da Liga. Nenhuma vitória em oito jogos, virtualmente três pontos em 24 possíveis. Inadmissível. O FC Porto não ganha esta prova, mas também não a está utilizar para que se possa dizer «a Taça da Liga foi útil para lançar X jogador». Nada. Nem jogadores ganhos, nem jogos. Tudo nesta competição tem sido um desperdício de tempo.

Não há dúvidas que o FC Porto vai dar uma resposta à altura no Bessa, vai lá buscar os três pontos e vai continuar a boa forma no Campeonato, com a determinação e qualidades já demonstradas. Agora, em relação à Taça da Liga? É tempo de encontrar algo mais para fazer do que somar maus resultados nesta prova. Decidam-se.

5 comentários:

  1. Será que isto também n é sinal que há vários anos que temos um plantel muito desequilibrado? Falando só deste ano, ter jogadores como Hernâni (claramente n é falta de vontade, é só falta de jeito), Otávio (muito, muito má atitude em quase todos os jogos. Tem a mania que é jogador da bola, sem ainda o ser!), André2x (raramente rouba uma bola ao adversário sem fazer falta, principalmente agarrões sem sentido) e, para esta táctica, estes laterais não servem tão bem porque têm que correr muito. Principalmente estes 3 jogadores que falei acima, em tempos normais (nem é preciso ir a tempos muito bons), raramente calçavam. Ora por atitude, ora por falta de jeito. Mas é o que temos...e é curto!

    ResponderEliminar
  2. serviu para ver que o hernâni não quer jogar no fc porto, tanta displicência e falta de vontade num jogador que só tem estas oportunidades para mostrar que conta, enfim...

    ResponderEliminar
  3. Desde o início que sou apologista que o porto não pode perder tempo com esta competição. Só para dizer que ganhou uma taça? Competição com apenas um intuito o da associação recreativa e cultura do alto dos moínhos ganhar um troféu uma vez que campeonatos para eles eram uma miragem e parecia mal o tão famoso colosso não ganhar nada? Vejamos. Na próxima jornada o circo do Lumiar vai jogar ao rio Ave. O mesmo nesta jornada da taça dos mouros não jogou. O que quer dizer que estão folgados. Não quer dizer que com isso não percam o jogo. O porto jogou ontem. Sábado vai ao Bessa. Vamos supor que algum jogador do Porto se lesiona? Ontem Sérgio Conceição praticamente utilizou a equipa titular. Para quê? Cansá Los? A prioridade deve ser unicamente a conquista do título de campeão que já nos foge há 4 anos. O resto? Caguem nisso. É a minha opinião vale o que vale

    ResponderEliminar
  4. Ver o FCP a jogar a 'Taça Lucilio Baptista' é o mesmo que ver os jogos da seleção...
    Quero lá saber...

    ResponderEliminar

De e para portistas, O Tribunal do Dragão é um espaço de opinião, defesa, crítica e análise ao FC Porto, que aborda a atualidade desportiva e financeira de clube e SAD, bem como do futebol português.

Quem confundir liberdade de expressão com injúria, insulto, mentira ou difamação não passará pelo lápis azul. Todo o spam será apagado. Comentários anónimos são susceptíveis de não serem publicados. Nicknames são permitidos.